A Minha Mãe Me Mandou Antônio Gomes  #38 << DIVINO PAI É SOBERANO :: O Amor Divino :: ESTE REI QUE AQUI ESTÁ >>

A minha mãe me mandou
Eu vim me apresentar
Para contar os meus crimes
Ao meu Príncipe Imperial

Oh! Meu Príncipe Imperial
Filho da Virgem Maria
Eu aqui a Vós me entrego
Junto com minha família

Oh! Meu príncipe Imperial
Vós é Rei de toda calma
Eu aqui a Vós me entrego
O meu corpo e minha alma

Eu aqui em Vossas mãos
Eu cheguei já quase morto
E Vós mais meu Pai Divino
É quem nos dá todo conforto

Oh! Meu Divino Pai
Soberano Criador
Vós perdoe os meus crimes
Por vosso Divino Amor

Oh! Minha Virgem Mãe
É Mãe do meu coração
Vós perdoe os meus crimes
Oh! Virgem da Conceição

O Dono desta missão
É Jesus Cristo Redentor
Vós perdoe os meus crimes
Vós é nosso Salvador

Meu Príncipe eu Vos ofendi
Vós pode me castigar
Mas sempre eu peço a Vós
Para nunca me desprezar

Vós tenha dó de mim
Neste mundo deserdado
Vós perdoe os meus crimes
Deste seu irmão errado

Meu Príncipe está ofendido
Que todos nós ofendemos
Vós fechou Vossa sessão
A culpa nós é quem temos

Eu rogo ao meu Pai Eterno
Para mim e os meus irmãos
Para todos nós se humilhar
Para Vós abrir a sessão

A sessão estando fechada
Estamos fora do poder
Estamos dentro do clamor
Para todo mundo ver

Assim mesmo é que eu quero
Que todos venham chegando
Para mim dizer a verdade
Sempre aqui estou esperando

Aqueles que não temer
Da verdade me dizer
Estará junto comigo
Aqui dentro do Poder

Tenho fé na Mãe Divina
Que agora eu tenho que seguir
Com meu Príncipe Imperial
E o General que me trouxe aqui

Precisa ter amor
Para poder ter esta crença
Eu quero que todos tragam
Consigo esta consciência

Quem quiser estar comigo
Aqui dentro da sessão
Precisa todos saber
Dar valor ao seu irmão